Juíza permite uso de áreas comuns em condomínio de São Bernardo do Campo

     Por constatar que há vasta área para caminhadas ao ar livre, com possibilidade de não se aglomerar, a 2ª Vara da Fazenda Pública de São Bernardo do Campo (SP) concedeu liminar para determinar a abertura das áreas comuns de um condomínio.

     Na decisão, a juíza Ida Inês Del Cid levou em conta a saúde física e mental dos condôminos  “tão prejudicadas peloconfinamento” devido aos cuidados dedistanciamento social em meio à crise Covid-19. 

     Representado pelo escritório Gonçalves, Basse & Benetti Advogados,condomínio argumentava que o Decreto Municipal nº 21.536/2021 seria inconstitucional, pois desrespeitaria o direito de propriedade ao proibir o uso de area comum , como churrasqueira, piscina e área  de passeio.

    Apesar disso, a magistrada entendeu que a norma seria legítima: “Para salvaguardar a propagação do vírus que tem poder de matar as pessoas, visa-se protegê-las, para que não aglomerem em áreas comuns, certo que o direito de propriedade, por tais razões, e como quaisquer outros direitos, não é absoluto”. A ordem foi concedida especificamente com base em fotografias do condomínio.

    Clique aqui para ler a decisão
     1008802-92.2021.8.26.0564

 Fonte: ConJur

Condominial News 

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Condominial News.

Join Condominial News

Comentários

This reply was deleted.